Qual o futuro do HTML5 canvas!?

Desde sua criação pela Apple em 2004, o elemento Canvas do HTML5 está cada vez mais entrelaçado no tecido da web.

Simplificando, o elemento Canvas fornece um ambiente para criar arte e gráficos, onde utilizamos JavaScript.
Algumas das coisas que podemos fazer com o elemento Canvas incluem jogos, desenhar gráficos interativos e manipular vídeos.

Ao contrário do SVG, o elemento Canvas é dependente de resolução, o que significa que cria o conteúdo com pixels e não com vetores. As imagens são rasterizadas e não construidas em código. Devido a esta característica, o elemento Canvas pode ser mais eficiente, a quando do processamento de vários objetos de uma só vez e animação com o método ‘requestAnimationFrame’.

Básicamente, o Canvas é suportado por todos os navegadores modernos e o ExplorerCanvas do Google permite aos developers criar para browsers pré-IE8.
Posto isto, o suporte para algumas outras funcionalidades como desenhos CSS, é variado. Enquanto o DevTools do Chrome tinha uma ferramenta inspetor Canvas, este foi removido no ano passado tendo sido publicado um relatório de erro em: (https://bugs.chromium.org/p/chromium/issues/detail?id=475808).
Este foi provavelmente o resultado de um fenômeno chamado de “impressão digital em tela”, na qual os anunciantes podem explorar o elemento Canvas utilizando a sua placa gráfica do usuário e acompanhar a sua atividade online. O Firefox manteve o seu conjunto de ferramentas de Canvas para depurar quadros de animação, o que é especialmente útil a quando da construção de jogos e visualizações.

O futuro

A-Frame e maior iniciativa MozVR da Mozilla é especialmente emocionante porque representa o primeiro grande impulso a partir de uma grande organização tecnológica para trazer a realidade virtual para a web.

Não há dúvida de que o elemento Canvas irá desempenhar um grande papel na forma como a realidade virtual evolui.
Com o crescente poder de computação dos smartphones, o aumento da velocidade de internet e um novo padrão em evolução para ‘web apps progressistas “, as barreiras para trazer a Realidade Virtual a  três bilhões de usuários de internet do mundo serão em breve significativamente menores. Não só a velocidade do elemento Canvas ‘(especialmente com requestAnimationFrame) fazem deste o candidato ideal para a construção de tais experiências de Realidade Virtual, mas com a popularidade do JavaScript também a aumentar, não haverá escassez de talentos  para construí-los.

A realidade virtual permitirá que as empresas de design de publicidade trabalhar clientes a um nível muito pessoal. Por exemplo, lojas de roupas pode usar a Realidade Virtual para ajudar os clientes a visualizar-se vestindo uma peça de roupa antes da compra.

O elemento Canvas será parte integrante no salto para a realidade virtual online, alterando a forma como interagimos com a web, à medida que esta tecnologia evolui assistimos ao desenvolvimento de novas funcionalidades e funções de javascript para criar interatividade a vários niveis dentro do elemento. Assim podemos considerar que este elemento solidificará a sua presença na web e irá ganhar o seu próprio espaço alterando a forma como navegamos e pensamos em webdesgin e webdevelopment.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *